Autorretrato

À pequena de 1998,

Confesso que para escrever estas palavras ouvi Pais e Filhos, Giz, Tempo Perdido e tantas outras de Legião no mínimo umas cinquenta vezes. Peguei aquele CD que você ganhou de aniversário. Ops, acho que não sabe ainda, mas o ganhará pelos quinze, junto com um abraço bem forte da sua mãe. Trata-se de uma coletânea com os maiores sucessos e você vai quase furá-lo de tanto que irá ouvir. Pensei em um milhão de conselhos para te dizer: o primeiro deles pode parecer inútil em primeira instância, mas de uma vez por todas, não mexa neste seu cabelo. Ele emoldura seu rosto e deixa a mostra a bela mulher que você se tornará um dia.

Depois, deixe de lado o medo. Certo que foi ensinada a seguir sempre pela linha, seja do trem, da vida, das regras. Mas permita-se infringi-las às vezes, dali vão surgir boas histórias. Daqui a vinte anos, posso lhe garantir que alguns caminhos serão mais fáceis que outros. Porém, antes de tudo, queria te deixar meu abraço, aquele que conecta um sentimento ao outro. Não tenha medo de distribuí-lo, nem de demonstrar seu amor a quem quer que seja. Não tenha receio em dizer o que pensa, nem de expor suas opiniões. E o mais sincero de todos meus anseios, não se inquiete em lutar por nada que queira nesta vida, nada. Tem um dom aí dentro de você que vai demorar um pouquinho para aceitar e mostrar ao mundo, mas é tão intenso, tão avassalador que transcenderá aos que estiverem próximos. Use-o sempre que precisar desabafar e colocar todo o tormento para fora de si.

Sempre que o choro te comprimir a garganta, deixe-o surgir. Nunca será vergonha nem sinal de fraqueza. Não carregue sozinha esta dor. Procure um amigo. Colo. Ajuda. Entendo que cada vez que você se mostra assim, é como se estivesse nua em frente a uma platéia digna de estreia de clássicos. Mas ser fortaleza todo tempo é um fardo muito grande a se carregar. Suas lágrimas não são anúncio de fragilidade e nem sentenciamento de derrota. De hoje, decrete, serão cura.

Sim, por muitas vezes o vai e vem de pensamentos em sua mente, guiados pelo constante desejo da aceitação, vão insistir em dominar seus passos. Derrubar ideias, conceitos. Ninguém vai entender suas constantes dúvidas e angústias. Dirão: sem sentido. Irão questionar motivos. Medos. Sua personalidade. Você sentirá falta do pai. Muito. Depois pouco. Miúdo. Até passar a contar naturalmente, como numa peça ensaiada e apresentada em turnês pelo país. Tudo muito estrategicamente conectado com a garantia de não restar dúvida alguma ao ouvinte. Mesmo porque só aquele trecho você se permitirá replicar. O restante ficará escondido, impregnado ao medo de que ao movimentar uma peça, outras cairão em constância, como numa sequência de dominó.  

Estas palavras podem parecer um livro de autoajuda em um primeiro momento. Mas sempre que titubear em qualquer caminho, volte aqui e releia. Serão sinônimo de segurança e conforto. Darão pistas às vezes. Sentido. Refúgio. Ou pelo menos servirão de incentivo para mergulhar, com ou sem biquíni, na piscina diária e sem salva-vidas chamada SUA VIDA.

          Um grande beijo,

          Da mulher de 2017.

 

flower-689334_960_720

Crédito: Pixabay

Anúncios

12 comentários sobre “Autorretrato

    • Obrigada, Sá! Escrever me fez voltar no tempo e lembrar das nossas andanças por aí! Um beijão e obrigada pela leitura! ❤

      Curtir

  1. Nossa !!!!!! Que mulher linda esta, que palavras belas. Orgulho de ler e por saber que esta mergulha na piscina da vida sem medo nenhum de viver, de encarar o que for de bom ou não. Parabéns amiga Larissa vc tem um dom incrível😍

    Curtido por 1 pessoa

    • Ô, Renatinha, você sempre tão carinhosa! A escrita tem me desvencilhado de vários medos e por consequência me aproximado de pessoas tão especiais como você. Um beijão! ❤

      Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s