Nós e Ela

Acabei de passar por mim. E eu ia n’uma pressa danada em direção àquela escola. Azul como a minha, católica como a minha, grande como a minha, alegre que nem eu. Aos onze anos não lembro ser movida por outro sentimento que não esse. Aos doze passei a me mexer sob outros empurrões: uma agonia, uma dor, muita saudade. E nos vinte anos que passaram; aliás, trinta. Isso. Nos trinta anos que passaram eu ganhei o medo e pelo amor de Deus, que medo esmagador é esse? Mas ele é um só. O medo de não sentir mais nadinha. Qualquer agonia era melhor que não sentir nada.

Detesto chegar aqui e minha mesa estar ocupada. Ainda bem que a segunda depois dela está vazia. A iluminação e o espaço entre essa cadeira e a quarta mesa parecem razoáveis.

Menos de dois minutos chega o lanche. Em cinco como, pago a conta e vou.

Estou a seis quadras da escola da minha filha. Três ruas depois da esquina de casa. Dois bares depois da farmácia vinte e quatro horas, e cinco antes do ponto de ônibus, mas de condução não vou de jeito nenhum. Demora muito e não tenho tempo. Carolzinha sai às cinco e meia e ela não gosta de ficar me esperando.

Minha filha tem uma pressa danada.

Agora, eu quero saber afinal de quem a pressa é amiga. Esqueci o celular no banco detrás. Saltei do táxi para a escada do corredor interno do colégio e nem sinal de Carolina. Mas não tem problema, melhor que eu fique esperando do que ela.

Os azulejos da minha escola são azuis também. Só que mais claros. O rejunte é que não tenho certeza se é branco ou creme. Mas gelados que nem esses aqui, não são não. O que custa colocar encosto nos bancos? Hoje mesmo vou comprar outro casaco para Carol, aquele azul está apertadíssimo. Fico impressionada como Carolina não sabe a diferença de uma coisa que aperta para uma coisa que agonia. Se a escola lhe entregou o material de artes, vou aproveitar a tesoura para cortar a etiqueta do casaco dela. Desde que a tesourinha criou pernas e saiu andando lá de casa, que fico com as roupas me pinicando. Vou aproveitar para cortar o nylon da minha blusa também, coisa irritante.

Carolina é demais. Ela vem caminhando de um jeito, que nem parece que estou esperando aqui há horas. Até que o tal André é bonitinho com esse cabelo caindo na testa.

Se a gente não ficar de olho, o taxista dá voltas e mais voltas para sair de uma rua e praticamente nos deixar na outra. Essa chuvinha é de lascar.

Ao invés de Carol colocar a pasta de artes na mochila e a mochila nas costas, não. Fica toda atrapalhada com as coisas na mão, para parecer cool. Quer saber? Deixa ela, é só uma fase.

Sabia que eu estava esquecendo alguma coisa, amanhã sem falta ligo para o gasista. Carolzinha detesta tomar banho de água fria, diz ela que tira o sono.

Esse ferro não vale nada. Bom mesmo é o Black&Decker. Pela última vez vou juntar colcha com fronha desse lado, para ver se Carolina não bota isto com aquele lençol verde horroroso, que só combina com o floral. Esses aqui vou colocar no meu guarda-roupa.

Dormiu, a Carolina.

Pedro é muito metódico. Buzina duas vezes, conta até quatro, buzina mais duas e estaciona o carro. Vou deixar ele me esperar uns minutos. Pedro é bobo, não percebe que eu faço de propósito, coitado. Relógio de pulso está fora de moda, melhor pulseira. O problema de se arrumar cedo é esse, a gente sempre quer trocar de acessório ou roupa. Já deu. Vou descer a escada devagar e caminhar calmamente até o portão. Ai, não. Esse vestido podia ser um pouquinho mais curto. Se eu cortasse a alça e amarrasse o laço para cima, poderia levantá-lo pelo menos um tiquinho.

Deixa eu tirar os sapatos para não acordar Carolzinha.

Não acredito. A pasta de artes ficou no banco detrás do táxi!

Carolina é demais…

Anúncios

8 comentários sobre “Nós e Ela

  1. Minha menina !!! Feliz de ve-la escrever com leveza e espontaneidade . Va em frente e construa mais e mais coisas belas saidas da sua mente fertil e privilegiada . Sua avo ficaria orgulhosa de le-la

    Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s